SHOW SIDEBAR
Plataforma para freelancer: Veja as atualizações na plataforma Hibiro

Não faz muito tempo que a primeira versão da Hibiro foi ao ar. Com a intenção de facilitar a vida de agências e proprietários de sites e e-commerce através de Small Task. O cliente entrava no site, fazia um rápido cadastro e logo podia cadastrar uma tarefa, onde o único requisito era: poder ser realizada em até uma hora.

Porém, começaram a surgir tarefas mais elaboradas e que demandam maior tempo por parte dos desenvolvedores, ou que não poderiam ser realizadas na plataforma por não se adequar ao requisito de “Small task”.

Visto as reais necessidades dos cliente, decidimos que era hora de mudar e evoluir a Hibiro para se tornar uma plataforma que busca ligar Freelancers e Buyer através de um canal direto e super protegido.

Agora, além de ser possível publicar projetos maiores e mais complexos, ficou acessível para desenvolvedores freelancers do mercado se cadastrarem e utilizar a plataforma como intermédio para novos trabalhos.

Além disso, agora é possível publicar projetos de tecnologia, design, comunicação e mídia e receber propostas de profissionais experientes de forma bem menos burocrática e acessível para ambas as partes.

O que muda na Plataforma:

  • Ambiente de comunicação facilitada
  • Sistema interno para publicação de tarefas organizado
  • Política de pagamento que visa proteger ambos os lados
  • Mais opções de formas de pagamentos
  • Perfil para profissionais
  • Possibilidade de cadastro de projetos em diversas áreas

Muita coisa mudou inclusive o layout do site que está mais organizado e fácil de navegar e encontrar as informações necessárias para começar a usar a plataforma. Mas algumas coisas são boas demais para mudarem, precisam apenas ser aperfeiçoadas né?! Por isso continuamos garantindo qualidade, segurança e oportunidade para nossos usuários.

Para manter nosso padrão de qualidade sempre elevado, os profissionais cadastrados na plataforma serão avaliados pelos próprios clientes através de feedbacks, comentários e avaliação do serviço. Com 5 feedbacks e avaliações positivos o profissional pode solicitar a certificação da Hibiro, que funcionará como um selo de qualidade.

E não é só isso, os profissionais da plataforma também poderão avaliar os Buyers com feedback e comentários sobre como foi a experiência.

Quando o assunto é segurança, levamos muito a sério, por isso criamos um sistema de pagamento onde profissionais e buyers se sintam seguros ao executarem ações na Hibiro.

Funciona como uma espécie de “custódia”. O buyer insere créditos que ficam retidos na plataforma, assim que o projeto é concluído e entregue por um dos profissionais e aprovado pelo buyer, o crédito é direcionado para a conta do profissional freelancer. No final emitimos e enviamos a nota do serviço. Bem simples né!

Com a Hibiro, esperamos atender ao público de forma excelente, facilitando o processo de contratação e oferecendo diversos beneficios para o cliente, tudo isso afim de gerar oportunidade para profissionais que tem o sonho de trabalhar por conta própria.

Para inaugurar essa nova fase da plataforma, estamos oferecendo 1 hora grátis com um desenvolvedor na plataforma em seu primeiro cadastro. Assim fica fácil de começar aquele projeto dos sonhos né!

Acesse o site: https://www.hibiro.com.br/

Vale a leitura

Por que optar pela tecnologia VTEX IO em seu e-commerce?
Por que optar pela tecnologia VTEX IO em seu e-commerce?
A VTEX é uma plataforma SaaS (Service as a Service), com atuação em mais de 25 países na Europa, América do Norte e A...
Saiba mais
6 motivos para migrar a sua loja para a plataforma Shopify
6 motivos para migrar a sua loja para a plataforma Shopify
Independente do tamanho do negócio, gerenciar um e-commerce pode ser difícil e demandar muitos esforços para sua loja...
Saiba mais
Entenda como funciona o Collaborative commerce
Entenda como funciona o Collaborative commerce
Independente do setor que sua empresa atua, deve saber que os canais de vendas são portas de entradas para os cliente...
Saiba mais

Leave A Comment

Please note, comments must be approved before they are published