SHOW SIDEBAR
O que o consumidor espera do varejo online em 2021?

A pandemia forçou negócios a reinventarem seus planejamentos e canais de vendas para atender o consumidor em um cenário tão conturbado. Os consumidores por sua vez, também adaptaram a forma como fazem compras, seja utilizando mais os canais online ou racionalizando o consumo em meio a crise.

Apesar do alto impacto que o isolamento social trouxe ao varejo, o setor superou as expectativas e soube reagir às dificuldades, dando foco a aceleração do e-commerce o que contribuiu para a transformação digital de muitas empresas.

Vendo estas transformações que foram de encontro com as novas necessidades das pessoas, o que o consumidor deve esperar do varejo online em 2021. Neste artigo falamos alguns pontos que irão continuar sendo relevantes para as transações online.

O digital como força total

Mesmo com a reabertura dos comércios físicos, os canais digitais continuaram avançando e ganhando espaço entre os consumidores. Isso porque, a nova realidade incentivou as pessoas a abandonar preconceitos e incorporarem novos hábitos em suas jornadas de compras.

São os casos dos setores de supermercados que contavam com uma resistência do consumidor em comprar perecíveis sem ver, ou ao setor de moda que também precisa trabalhar com o fato do consumidor não poder provar as roupas que quer compras. Ou ainda, o setor de farmácia, que encontrava dificuldades em oferecer remédios controlados ou com necessidade de apresentação de receita, nos canais online.

Todos estes pontos citados, foram superados durante a transformação digital de empresas que inovaram durante a crise e foram aceites pelos consumidores que estavam mais receptivos aos canais online.

Jornadas de compras integradas

Ao que tudo indica, os canais tradicionais e digitais devem coexistir para o consumidor, já que buscam cada vez mais experiências personalizadas e que vão de encontro com a sua necessidade no aqui e no agora.

Os canais On e Off devem estar mais integrados do que nunca, e complementarem a experiência do outro. Alguns exemplos disso são os serviços de prateleira infinita em lojas físicas ou compras online com opção de retirar na loja, ou ainda a utilização de QR Code em vitrines de lojas físicas que levam ao acesso e compra no site.

São infinitas as possibilidades de oferecer ao usuário compras integradas, e muitas empresas de setores diversos adotaram este caminho para atender os usuários online, como é o caso dos shopping centers que estão buscando integrar seus centros comerciais a uma experiência online e completamente vantajosa para lojistas e clientes.

Seja como for, lojas e sites com sortimentos diversos e com a proposta de resolver tudo em um só lugar, podem ganhar mais relevância.

O valor da conveniência

Ainda vivemos na era do imediatismo, e mesmo com o cenário totalmente alterado as pessoas ainda prezam por conveniência e agilidade. Restaurantes, super mercados de bairro e até mesmo negócios de outros segmentos, estão utilizando aplicativos de entrega destacando-se da concorrência. Gigantes como o Mc Donalds também já inseriu em sua estratégia para agregar valor ao cliente.

Aplicativos de entrega ganharam mais destaque na vida das pessoas, e o consumidor se mostra disposto a pagar mais pelo frete se isso significar que receberá o produto mais rápido.

Segurança cada vez mais importante

A segurança se torna mais importante em canais tradicionais. A forma como as lojas são frequentadas pode mudar por maior preocupação com higiene. A tendência é que os consumidores passem menos tempo nas lojas por isso esperam que a experiência seja mais ágil. Além disso, o hipercuidado se torna necessário estar visível e acessível ao cliente, mostrando os cuidados que a sua empresa está tomando referente a saúde das pessoas.

No comércio digital, segurança também é pauta importante. Com tantas empresas migrando para o digital, torna-se indispensável a adequação à leis de segurança de dados, para proteger os usuários de vazamento de dados, por exemplo.

Vale a pena investir em ações que mostrem que sua empresa está preocupada com a segurança do seu cliente e stackholders.

Estes são alguns aprendizados que podem permanecer no varejo online e que o consumidor espera que sejam continuada e otimizadas durante 2021. Se você gostou desse assunto, recomendo assistir ao video da Google Academy, sobre o varejo pós covid 19.

Lembrando que nosso time de especialista está sempre disponível para conversar sobre a evolução do seu e-commerce, entre em contato com nossos consultores.

Vale a leitura

4 Formas de expandir seus canais de venda online
4 Formas de expandir seus canais de venda online
Conseguir um bom volume de vendas é o objetivo de qualquer empresa no meio varejistas e para isso acontecer, a empres...
Saiba mais
6 Passos para iniciar seu e-commerce na Shopify
6 Passos para iniciar seu e-commerce na Shopify
Muitas empresas vem aderindo os canais digitais, só aqui no Brasil entre Março e Maio de 2020 foram mais de 107 mil l...
Saiba mais
Quais as perspectivas para o setor de moda e acessórios?
Quais as perspectivas para o setor de moda e acessórios?
Não é segredo para ninguém que o cenário atual, forçou negócios de todos os segmentos a rever suas estratégias de ved...
Saiba mais

Leave A Comment

Please note, comments must be approved before they are published