MOSTRAR BARRA LATERAL
Sistema ERP: porque ter um na sua empresa?

É fácil encontrar definições na internet sobre “o que é um sistema ERP”. Por exemplo, é um software de gestão administrativa que integra todos os setores de um empreendimento. Mas, você sabe o que, de fato, isso significa? Será que vale a pena?

A maioria dos empreendedores já ouviu sobre a importância desse tipo de sistema, principalmente quando o assunto é automação e controle financeiro. No entanto, muitos ainda têm dúvidas sobre como funciona um sistema ERP e quais são os seus benefícios.

Para solucionar essas questões, preparamos este conteúdo em parceria com o Simples Agenda - um software de gestão empresarial. Aqui explicaremos os tópicos mais importantes sobre as vantagens e funcionalidades de um ERP. Vamos lá?!

O que é um sistema ERP?

O sistema ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning (Planejamento dos Recursos da Empresa, em tradução livre). A ideia é que ele seja vários softwares em um só, visando à gestão completa da sua empresa em um único lugar, desde o cadastro de cliente até o controle financeiro. 

E quais são as vantagens?  Principalmente, automação, integração e assertividade.

A automação deixa os processos mais simples e fáceis de serem feitos. A integração permite centralizar a gestão de todos os setores e processos da sua empresa em um único software. E a assertividade diz respeito à precisão dos dados e melhor tomada de decisões.

Mas, como um sistema ERP faz tudo isso? Por meio de módulos. Conheça a seguir:

Como funciona um sistema ERP?

O sistema ERP pode ser usado desde a operação mais simples até a mais complexa. Isso porque, de maneira geral, ele é formado por um conjunto de módulos

Por exemplo, existe um módulo para o controle de vendas, outro para controle financeiro, outro para a agenda e muito mais. Dentro do sistema, todos eles são integrados e as informações são atualizadas em tempo real. 

E o que isso quer dizer? Um exemplo simples é que quando ocorre uma venda (seja de serviço ou produto), o fluxo de caixa é atualizado.

A mágica da integração é extremamente importante uma vez que diversos processos de uma empresa impactam em diferentes módulos. Ela também colabora para automação, ganho de tempo e aumento da produtividade.

Ah! E cada empresa utiliza somente os módulos que lhe são necessários. O software, portanto, é muito versátil e pode ser usado por diferentes empresas, de diferentes portes e segmentos do mercado. Incrível, né?!

Quais são os principais módulos de um ERP?

Agora que já entendemos como funciona um ERP, vamos conhecer os principais módulos do sistema. Vale lembrar que diferentes ERPs possuem diferentes módulos, por isso, separamos aqui somente os principais. Acompanhe:

Controle financeiro

O módulo de controle financeiro sempre se destaca dentro de um ERP. Afinal, o uso do sistema simplifica a relação da empresa com as finanças, principalmente, nos aspectos de controle, organização, precisão, previsibilidade e automação. Precisa de mais?!

Dentro do módulo de controle financeiro, os recursos de “contas a pagar”, “contas a receber” e “fluxo de caixa” fazem toda a diferença. O gestor passa a ter um controle rigoroso de tudo que entra e saí da empresa, além do controle do caixa e relatórios financeiros.

Controle de vendas e compras

Dentro do sistema é possível cadastrar clientes, produtos, serviços, fornecedores, equipamentos, formas de pagamento e muito mais. Por isso, todas as vendas são facilmente realizadas dentro do sistema, inclusive, no PDV (Ponto de Venda).  

Além disso, o recurso de controle de compras é ótimo para os e-commerces que adquirem produtos fornecidos por outras empresas ou pessoas. O módulo permite que o gestor tenha uma visão ampla do recebimento dos produtos, o que evita a falta de um item importante.

Controle de estoque

O módulo de controle de estoque também evita erros no gerenciamento. O gestor passa a ter ampla visão sobre a disponibilidade de estoque, controle do estoque mínimo e máximo, relatórios gerenciais, melhor giro de estoque, entre outros benefícios.

Emissão de notas fiscais e boletos

Burocracia ou lentidão para emitir notas fiscais? O ERP é capaz de simplificar (e muito) esse processo. Dentro do sistema, o responsável consegue emitir NFe com poucos cliques.

A emissão de boletos bancários também é muito mais simples! Alguns sistemas, inclusive, disponibilizam melhores taxas para emissão, como é o caso do Simples Agenda.

Os principais benefícios de um sistema ERP

Até aqui já vimos que os ERPs funcionam unificando e automatizando processos, mas vale lembrar que as vantagens não param por aí. Conheça a seguir mais alguns benefícios:

 
  • Segurança de dados;
  • Redução de custos;
  • Minimização de erros;
  • Agilidade nos processos;
  • Aumento da produtividade;
  • Integração com outros sistemas;
  • Relatórios gerenciais completos;
  • Análise de dados e desenvolvimento de estratégias;
  • Modernização de processos;
  • Informações precisas para tomadas de decisões assertivas;

Ah! Outro ponto positivo do software ERP é que ele é acessível da micro à grande empresa. Afinal, é fácil encontrar no mercado, softwares que se adaptam à rotina e ao bolso de diferentes empreendedores.

Como escolher um bom ERP para a minha empresa?

Supondo que você tenha um consultório odontológico e precise melhorar alguns processos internos, como desorganização da agenda, alta taxa de cancelamento de consulta, falta de tempo para realizar controle financeiro e até mesmo problema com estoque. 

Você precisará, principalmente, de recursos como agenda e agendamento online, ficha anamnese, fluxo de caixa e controle de estoque, certo? Não há necessidade de pagar muito mais por um sistema que ofereça, por exemplo, recurso de controle de frete.

Isso quer dizer que não existe o software perfeito, mas sim, aquele que melhor atende às necessidades da sua empresa. Por isso, antes de escolher, vale a pena pesquisar bem os recursos, o custo-benefício e aproveitar o período de teste gratuito. 

Preparado para otimizar a gestão da sua empresa?

Entendeu porque ter um ERP na sua empresa é tão importante? 

Se você chegou até aqui, certamente, já deve ter percebido que não faz mais sentido seguir a gestão da sua empresa por meio de anotações em planilha ou papel. O controle é complexo, lento e sujeito a diversas falhas que podem comprometer a saúde financeira da empresa.

Portanto, seja para e-commerce ou loja física, o ERP é peça-chave na gestão.

Ficou alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários! Estamos preparados para auxiliar no crescimento da sua empresa!

 

Sobre o Simples Agenda:

O Simples Agenda é um sistema ERP em destaque no mercado, principalmente, por ser simples de usar. Os módulos do sistema incluem cadastro de clientes, serviços, vendas, controle financeiro, estoque, agenda online, agendamento de clientes e muito mais!

O teste é grátis por 35 dias sem compromisso! Além da versão para computador, o Simples Agenda também disponibiliza aplicativo com download gratuito para você levar a sua empresa na palma da mão. Conheça já!

Vale a leitura

Como escolher o tema perfeito para sua loja Shopify
Como escolher o tema perfeito para sua loja Shopify
A aparência geral de seu site irá influenciar o modo como sua empresa é apresentada para as pessoas no digital. Quem ...
Saiba mais
A transformação digital da Kallan em meio a pandemia
A transformação digital da Kallan em meio a pandemia
A Kallan é uma marca de calçados que teve início em 1979, em São Paulo. Desde o início a empresa mostra estar em cons...
Saiba mais
Qual a diferença de Marketplace In e Marketplace out?
Qual a diferença de Marketplace In e Marketplace out?
Você já deve ter lido ou escutado por aí, os termos marketplace in ou marketplace out e se perguntado o que significa...
Saiba mais

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados