MOSTRAR BARRA LATERAL
5 passos para melhorar a performance do seu e-commerce

Ter um negócio na internet significa levar em consideração um leque de prioridades que serão essenciais para sua loja online não perder clientes para a concorrência.

Ter um site harmonioso, criar conteúdo otimizado, oferecer uma experiência satisfatória deixaram de ser pontos opcionais e passou a serem pontos obrigatórios. E tudo isso precisa estar perfeitamente funcionando para a performance do seu site não ser prejudicada e contribuir com a baixa visibilidade em mecanismos de busca ou a baixa conversão em vendas.

No artigo de hoje vamos te mostrar 5 passos essenciais para melhorar a performance do seu e-commerce, levando em consideração a velocidade, tempo de carregamento das páginas e a usabilidade em dispositivos mobile. Mas antes, vamos dar uma pincelada no que de fato é Performance?

O que é performance?

Performance está profundamente relacionada à experiência que um usuário tem ao navegar em um site ou aplicativo. Fatores como design, usabilidade e arquitetura de site são pontos constantemente analisados pelos profissionais de UX para entender os fatores que podem estar impactando uma loja de aumentar a conversão por exemplo.

O tempo de carregamento é o fator primordial, uma vez que determina se o consumidor irá concluir ou não uma compra, por exemplo.

Pesquisas revelam que o consumidor se sente menos tentado a comprar quando o tempo de carregamento é mais lento que o esperado. Outras pesquisas ainda indicam que o tempo ideal de carregamento é de cerca de 3 segundos (carregamentos superiores, dão brechas enormes para o cliente concluir sua compra no seu concorrente).

Os motivos para não alcançar a performance ideal, pode ser derivada de animações ou efeitos que até deixam bonito mas prejudicam o carregamento. Os arquivos grandes de mídia ou funcionalidades de terceiros. Para descobrir o que pode estar impactando a performance do seu site, confira os 5 passos que podem te ajudar a melhorar a performance do seu e-commerce.

1º Verifique os elementos do design da sua loja

Fatores como o menu de navegação, layout, identidade visual, conteúdos e o sentimento que o visitante terá ao acessar sua loja, são o básico para se ter um bom designer. Porém, muitos profissionais acabam extrapolando um pouquinho na utilização de muitas cores, animações, efeito entre outras coisas que não favorecem o desempenho do seu site.

Será que tudo que faz parte do seu design é essencial estar lá? Segundo pesquisas, o consumidor prefere abrir mão de coisas como animações, transições e efeitos se isso significar uma navegação mais veloz.

2º Otimize o código da sua loja

A otimização do código precisa ser feita por um profissional em desenvolvimento. Ele poderá identificar quais os elemento do seu HTML podem ser renomeados para tornar a semântica do código melhor e mais eficiente para os mecanismos de busca fazer a leitura.

O CSS também pode ser um fator que está prejudicando sua performance, através de seletores ineficientes que acabam aumentando o carregamento de uma página em até 5,5%. Vale ressaltar, que um CSS com seletores eficientes facilita em futuras manutenções.

3º Avalie as Solicitações e JavaScript

Solicitações de aplicativos ou funcionalidades de terceiros são um fator que vale a pena avaliar o quanto impacta a sua performance. Temos o costume de ir adicionando elementos novos, funções novas mas esquecemos de excluir as antigas. Todas elas geram solicitações de navegadores que levam um tempo para fazer a comunicação.

Falando sobre o JavaScript, caso o seu site não utilize técnicas como o Lazy Loading, o carregamento de informações e itens não requisitados pelo usuário pode está aumentando o tempo de download da sua página e prejudicando sua experiência.

Com um carregamento assíncrono, é possível reduzir o tempo de carregamento e ainda ter páginas de destinos maiores mas que funcionam de acordo com a navegação do usuário.

4º Verifique imagens e mídias disponíveis no site

Imagens muito grandes reduzem impactam consideravelmente a velocidade de carregamento da sua loja online. 

Você pode otimizar suas imagens fazendo compactação ou uso de plugins ou de scripts. Seja qual for a técnica que você optar, irá acelerar o tempo de carregamento e contribuir com a performance do seu e-commerce.

Vale ressaltar, que qualquer alteração que você deseje fazer, deve ser feita por um profissional em desenvolvimento.

5º Crie um relatório utilizando ferramentas de análise

Agora que você já sabe o que deve analisar em sua loja, chegou a hora de saber como fazer essa análise que irá te ajudar a identificar os pontos de pior desempenho e ajustá-los com mais convicção.

Indicamos utilizar ferramentas como o SpeedBy, que analisa o seu site e te mostra a situação atual e como melhorar a performance.

A ferramenta gera um relatório gratuito com as principais informações sobre o seu site em dispositivos mobile e desktop e ainda te dá dicas de como melhorar cada um dos pontos analisados.

Se você gostou do assunto e quer se aprofundar ainda mais, sugerimos a leitura do nosso “Guia de performance” que irá te ensinar o passo a passo para analisar a performance do seu site com ferramentas completas e confiáveis.

E aí, gostou das nossas dicas?

Vale a leitura

Conheça 5 benefícios para seu e-commerce em optar pela plataforma SaaS
Conheça 5 benefícios para seu e-commerce em optar pela plataforma SaaS
Um lojista pode se deparar com muitas alternativas ao pensar na estrutura de uma loja virtual. São vários os serviços...
Saiba mais
Quais as tendências do varejo de moda online
Quais as tendências do varejo de moda online
O varejo de moda vem passando por uma transformação intensa desde 2020 por conta da pandemia e das mudanças que viera...
Saiba mais
Live commerce: experiência ao vivo na loja online, conheça esta tendência!
Live commerce: experiência ao vivo na loja online, conheça esta tendência!
Em resposta às mudanças no comportamento de compras dos consumidores, muitas marcas apostaram no e-commerce para enga...
Saiba mais

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados