Como é possível alcançar o consumidor na jornada de compra mobile?

O uso de dispositivos mobile superou os demais. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PnadC), publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 64,7% dos brasileiros têm acesso à internet, ou seja, são 116 milhões de pessoas conectadas. Dessas, 94,6% acessa a rede por meio do smartphone.

Isso revela a importância de considerarmos conteúdos e layouts específicos para dispositivos móveis. Se a usabilidade e a navegação do site e do blog da sua empresa não forem desenvolvidas pensando nisso, certamente, ela perderá boas oportunidades de venda.

Agora, desse mar de gente, como atrair pessoas com real potencial de compra para o seu site? Para isso, existe a jornada de compra. Em linhas gerais, ela é uma estratégia que permite atrair os clientes realmente interessados em seu produto, potencializando suas conversões e melhorando seus resultados.

Para entender sobre isso de uma vez por todas, leia este conteúdo até o final. Nele, abordaremos questões essenciais como o conceito de jornada de compra e como aplicá-la em seu negócio. Confira!

O que é a jornada de compra?

Como dissemos, é por meio dela que seu site se destacará dentre as várias páginas na internet. Inclusive sobre os seus concorrentes. A jornada de compra consiste em fazer uma distinção dos níveis de interesses dos internautas pelo seu produto e, a partir daí, atraí-los de acordo com a etapa em que eles estão. Significa conduzir o cliente ao que ele realmente precisa: o seu produto.

Por meio de uma estratégia de marketing de conteúdo, seus clientes poderão ter autonomia para identificar que:

  • possuem um problema;

  • precisam resolvê-lo;

  • a solução é o seu produto;

  • devem adquiri-lo pela sua empresa.

As pessoas têm feito cada vez mais compras pela internet. Levando em consideração que elas mais efetuam essa prática utilizando seus celulares, podemos dizer que estar online e preparado para proporcionar uma boa experiência mobile é essencial.

Por que a jornada de compra é importante?

Divulgar e vender na internet do modo convencional já não traz mais tantos resultados. Os anúncios escancarados de produtos muitas vezes não atraem.

As pessoas não querem ler propagandas explícitas e nem ser aleatoriamente abordadas por vendedores. Além disso, o processo de vendas tradicional, de abordagem “às cegas”, está bem desgastado, e os vendedores acabam tendo um baixo percentual de conversão.

Com uma jornada de compra bem planejada, as pessoas passaram a direcionar-se ao vendedor e não o contrário. Por meio de formulários, elas agora solicitam mais informações e demonstram a intenção em adquirir o que você tem para vender.

Também estão mais informadas sobre o seu produto e com interesse mais consistente em adquiri-lo. Mais do que isso: o ponto de atrito entre vendedor e cliente passa a ser bem menor. Isso significa que seu cliente terá mais entendimento sobre sua empresa e seu produto, apresentando menos objeções no momento da compra.

Sendo assim, a jornada de compra já deixou de ser uma tendência no meio virtual para ser um processo básico que visa à atração de clientes e ao reconhecimento da sua marca.

Quais são as etapas da jornada de compra?

No início deste artigo, falamos em níveis de interesse. Assim sendo, eles são as etapas. Cada uma delas requer um tipo de abordagem e de direcionamento. Bem como uma forma específica de se comunicar e estabelecer um relacionamento com o cliente. A seguir, conheça mais detalhes sobre isso.

Aprendizado e descoberta

Nessa etapa, o leitor ainda não sabe que precisa do seu produto. Então, aqui podemos dizer que ele se interessará por conteúdos de topo de funil, nos quais será introduzido o desejo de ter o que sua empresa vende. Se você oferece um aplicativo de controle financeiro, por exemplo, comece atraindo-o dando dicas sobre as melhores aplicações de economias que se pode fazer.

Use uma palavra-chave com maior volume de buscas e explique formas vantajosas de obter mais ganhos apenas investindo economias. Isso, certamente, instigará o desejo no leitor de economizar e controlar suas finanças. Logo, ele descobrirá que precisa encontrar uma forma automatizada para ser bem-sucedido em sua ação.

Reconhecimento do problema

Já nessa fase, ele sabe que precisa controlar suas finanças. Então, que tal dar dicas a ele sobre como fazer isso? Mostre que ele pode economizar aos poucos no supermercado e no cartão de crédito, mas que, para tanto, ele precisa encontrar uma forma de controlar os gastos.

Use a mesma estratégia que dissemos acima, direcionando o cliente a seguir para a próxima etapa, quando ele poderá ser classificado para que um vendedor entre em contato ou não.

Consideração

Aqui você pode dar alternativas sobre como ele vai fazer o controle dos gastos. Ou seja, ensiná-lo a usar o seu produto e a avaliar as opções de mercado, a fim de que ele entenda que a sua empresa é a escolha mais acertada. Dê alternativas para que ele tenha o poder de decidir sobre a melhor forma de passar a controlar-se e alcançar seus desejos.

Decisão de compra

Nesse tipo de conteúdo, você já pode expor de maneira um pouco mais explícita a sua intenção em vender o produto e falar sobre seus cases de sucesso, fazer conteúdos que abordem as suas vantagens, entre outros. Esse material precisa ser direcionado aos leads que já estão no patamar de oportunidade, ou seja, que já têm interesse declarado de comprar.

Percebe que na jornada de compra o cliente se encarregou de seguir todo o processo até a adesão? Para obter êxito nessa estratégia, lembre-se de sempre incluir calls to action (CTA) na página do conteúdo que direcionem o lead para a próxima etapa desse funil. Além disso, não esqueça de oferecer conteúdo responsivo e de carregamento rápido, para facilitar a navegação pelo celular.

Como criar uma jornada de compra eficiente?

Para que isso seja possível, é necessário ter alguns cuidados. Abaixo, listamos os principais para que você, de fato, obtenha os melhores resultados.

Estruture a persona

Faça uma avaliação entre os clientes que você já tem e os que mais se interessam pelo seu produto. Identifique essa “pessoa média” e faça questionamentos como:

  • Qual é a sua idade?

  • Qual é o seu cargo?

  • Como é sua rotina social?

  • Quais são os interesses dela no seu tema?

Esses são alguns exemplos de perguntas que você precisa fazer aos clientes entrevistados. Assim, conseguirá identificar com quem sua empresa fala e qual é a melhor linguagem a ser utilizada. Além disso, será mais fácil oferecer conteúdo certeiro, que solucione os problemas do leitor e desperte o seu real interesse.

Conheça as etapas

Conhecer as etapas é essencial para que seja possível oferecer um material bem direcionado para cada uma delas. Lembre-se de que os conteúdos precisam ser sempre úteis e interessantes. No entanto, devem estar dentro da estratégia para a etapa que se está seguindo.

Construa um fluxo

De preferência, faça um planejamento para elaborar a estratégia, identificando quais serão as palavras-chave escolhidas e em que etapas serão utilizadas. Dessa forma, será mais fácil organizar a sua produção e obter os melhores resultados.

Por fim, podemos dizer que a jornada de compra é um aspecto básico para alcançar retornos de vendas potencializados. Além do mais, proporciona outros bens secundários, como reforço da imagem, reconhecimento da marca e clientes mais bem orientados sobre seu produto.

Quer complementar suas estratégias e vender mais? Então, veja este outro artigo com dicas para melhorar a usabilidade e aumentar a taxa conversão do seu site!

O post Como é possível alcançar o consumidor na jornada de compra mobile? apareceu primeiro em Blog Codeby.

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados